Projeto Assentamento Sustentável: Construindo a Agroecologia em Assentamentos de Reforma Agrária no Extremo Sul da Bahia

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Erica de Jesus Portugal Ricardo Soares Nossa Magno Santos Batista

Resumo

O Movimento dos Trabalhadores Rurais-MST destaca-se por ser o principal protagonista da luta pela terra no Brasil e propõe a adoção da agroecologia pelas famílias assentadas. Assim, temos como objetivo neste texto discutir a implantação de práticas de cultivos relacionadas ao desenvolvimento sustentável e agroecológico, pelo MST, em 07 áreas de assentamento de Reforma Agrária do Extremo Sul da Baiano, no ano de 2012. Após a implantação, ocorrem inúmeros benefícios aos assentados no processo de construção da transição agroecológica. Assim a agroecologia, ao contrário de outras correntes da agricultura alternativa ou ecológica, além de enfatizar sua intensa preocupação social, o comprometimento e a importância com as populações camponesas e seus saberes, busca idealizar uma base científica com fundamentos epistemológicos diferentes da ciência tradicional.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
PORTUGAL, Erica de Jesus; NOSSA, Ricardo Soares; BATISTA, Magno Santos. Projeto Assentamento Sustentável: Construindo a Agroecologia em Assentamentos de Reforma Agrária no Extremo Sul da Bahia. Cadernos de Agroecologia, [S.l.], v. 11, n. 2, dec. 2016. ISSN 2236-7934. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/cad/article/view/21817>. Acesso em: 03 dec. 2020.
Seção
Agroecol 2016 - Construção de Conhecimentos Agroecológicos

Referências

SOUZA, T.J. M.; NOBRE, H. G.; CANUTO, J. C.; SCHLINDWEIN, M. N.; JUNQUEIRA, A. C.; AUN, N. J. A Utilização de Ferramentas Participativas da Construção do Conhecimento Agroecológico dos Assentamentos Pirituba e Sepé Tiarajú, do Estado de São Paulo. São Paulo. Revista Brasileira de Agroecologia, 2014. v. 9, n.1, p.72-85.

ALTIERI, M.; NICHOLS, C. I. Conversión agroecológica de sistemas convencionales de producción: teoría, estratégias y evaluación. In: Ecossistemas – Revista Científica y Técnica de Ecologia y Medio Ambiente, v. 16, n. 1, Enero, 2007. P. 3-12.

ALTIERI, M. Agroecologia: a dinâmica produtiva da agricultura sustentável. 3.ed.
Porto Alegre: UFRGS, 2001.

GOMES, J.C.C. Bases Epistemológicas da agroecologia. In: AQUINO, A. M. e ASSIS, R. L. Agroecologia: princípios e técnicas para uma agricultura orgânica sustentável. Brasília. Embrapa, 2005. p. 73 – 99.