Comercialização na agricultura familiar: Análise de uma propriedade agroecológica em São Miguel do Iguaçu- PR

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Rafael Lucas Alves Ferreira Adilson Francelino Alves Eder Cordeiro Gislaine Bergamo Santos Cristiane Tabarro

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo descrever e identificar os principais canais de comercialização na agricultura familiar de base agroecológica, considerando sua importância para obtenção de uma renda fixa para os agricultores. Realizamos uma visita em uma propriedade referência em produção agroecológica em São Miguel do Iguaçu- PR onde o proprietário respondeu um questionário aberto mediante uma entrevista. Identificamos três canais de comercialização na propriedade: a venda direta ao consumidor, a oferta da prática de turismo rural e os mercados institucionais. Conclui-se que esses canais de comercialização ocorrem pela procura por parte dos consumidores por alimentos livres de agrotóxicos, o acesso a politicas públicas e a procura de pessoas um contato próximo do meio rural. Contribuindo expressivamente para a reprodução social e econômica na agricultura familiar.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
ALVES FERREIRA, Rafael Lucas et al. Comercialização na agricultura familiar: Análise de uma propriedade agroecológica em São Miguel do Iguaçu- PR. Cadernos de Agroecologia, [S.l.], v. 11, n. 2, dec. 2016. ISSN 2236-7934. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/cad/article/view/21746>. Acesso em: 30 nov. 2020.
Palavras-chave
Agricultura familiar, comercialização , agroecologia
Seção
Agroecol 2016 - Desenvolvimento Rural e Urbano em Bases Agroecológicas

Referências

ARAÚJO, Cidália et al. Estudo de Caso. Métodos de Investigação em Educação. Instituto de Educação e Psicologia, Universidade do Minho, 2008.

CENSO AGROPECUÁRIO IBGE (2006). Disponível em Acesso em: 10/08/2016

GRISA, C., & SCHNEIDER, S. Três gerações de políticas públicas para a agricultura familiar e formas de interação entre sociedade e estado no Brasil. RESR, 52(1), 125-146, 2014.

DAROLT, M. R.; LAMINE C.; BRANDEMBURG, A. A diversidade dos circuitos curtos de alimentos ecológicos: ensinamentos do caso brasileiro e francês. Construção Social dos Mercados, v. 10, n. 2, p. 8, 2013.

QUEIROZ, P.G. Turismo Rural e Desenvolvimento Local na Agricultura Familiar. EM: ANAIS: XLIII CONGRESSO DA SOBER Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural “Instituições, Eficiência, Gestão e Contratos no Sistema Agroindustrial” Ribeirão Preto, Julho de 2005.

PLOEG, J. D. V Camponeses e impérios alimentares: lutas por autonomia e sustentabilidade na ela da globalização. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2008.
TRENTIN, S. Percepções e anseios dos atores envolvidos no segmento de turismo rural: um estudo de caso no município de Foz do Iguaçu/PR. Trabalho de Conclusão de Curso. UNILA. FOZ DO IGUAÇU/ PR. Brasil. 2015.