Resgate e conservação da agrobiodiversidade Sul Mato-Grossense

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Ana Caroliny Queiroz Fernandes Julio Cesar Pereira Lobtchenko Cleide Brachtvogel Gilberto Lobtchenko Andréia Sangalli Milton Parron Padovan Zefa Valdivina Pereira

Resumo

Este trabalho objetivou promover o resgate e a identificação das sementes de espécies agrícolas crioulas, trocadas durante a Feira de Sementes Crioulas de Juti - MS. A feira ocorre desde 2005, encontra-se em sua 12ª edição, as sementes resgatas são proveniente das quatro ultimas feiras. Todas as sementes que chegaram no espaço de troca foram separadas amostras para catalogação. Foram resgatadas 98 variedades de sementes crioulas. A grande variedade de feijão e favas (46) e milho (21) trazidos para a feira remete a importância destas para a agricultura familiar do estado. 97% das sementes que foram trocadas durante as feiras foram oriundas da produção agroecológica em sistemas biodiversos. A feira de Juti é um espaço importantíssimo para o resgate de variedades crioulas, proporcionando momentos riquíssimos de troca de saberes. Os agricultores familiares da região são protagonistas no processo de manutenção da agrobiodiversidade.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
FERNANDES, Ana Caroliny Queiroz et al. Resgate e conservação da agrobiodiversidade Sul Mato-Grossense. Cadernos de Agroecologia, [S.l.], v. 11, n. 2, dec. 2016. ISSN 2236-7934. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/cad/article/view/21693>. Acesso em: 03 dec. 2020.
Palavras-chave
Feira de Juti, Diálogo dos saberes, Agroecologia, Sementes Crioulas
Seção
Agroecol 2016 - Uso e Conservação dos Recursos Naturais

Referências

ALMEKINDERS, C.; BOEF, W. El reto de la colaboración en el manejo de la agrobiodiversidad genética de los cultivos. Boletín de ILEIA, v. 15, n. 3/4, p. 5-7, 2000.

ALTIERI, M. Agroecologia: bases científicas para uma agricultura sustentável. Guaíba: Editora Agropecuária; Rio de Janeiro: AS-PTA, 2002. 592 p.

ALTIERI. M, A.; NICHOLLS, I. Agroecologia resgatando a agricultura orgânica a partir de um modelo industrial de produção e distribuição. Ciência & ambiente, 2003.

BEVILAQUA, G. A. P.; ANTUNES, I. F.; BARBIERI, R. L.; SILVA, S. D. dos A. Desenvolvimento in situ de cultivares crioulas através de agricultores guardiões de sementes. Revista Brasileira de Agroecologia, v. 4, n. 2, p. 1273-1275, 2009.

BRASIL. Lei de sementes: Lei n. 10.711 de 5 de agosto de 2003.

CASTRO, F.; GIAS, P. Resgate e conservação de sementes crioulas: uma iniciativa do grupo de intercâmbio em agricultura sustentável em Mato Grosso do Sul. In: 3° Seminário de Agroecologia do Mato Grosso do Sul. Anais...,18 -19 novembro, Corumbá, MS 2010.
CORDEIRO, A. FARIA A. A. Gestão de bancos de sementes comunitários. Rio de Janeiro. AS-PTA, 1993.

CRUZ, J.C; KONZEN, E.A.; PEREIRA FILHO, I.A.; MARRIEL, I.E. CRUZ, I.; DUARTE, J.O; OLIVEIRA, M.F; ALVARENGA, R.C. Produção de milho orgânico na agricultura familiar Circular Técnico 81 Embrapa Milho e Sorgo 2006.

DIAS, T. A. B.; ZARUR, S. B. B.; ALVES, R. B. N.; COSTA, I. R. S.; BUSTAMANTE, P. G. Etnobiologia e conservação de recursos genéticos, o caso do povo Craô, Brasil. In: Nass, L. L.(Ed) Recursos Genéticos Vegetais, 2007, Brasília – DF: Embrapa Recurso Genéticos e Biotecnologia, 2007. p. 651-681.

GLIESSMAN, S. R. Agroecologia: processos ecológicos em agricultura sustentável. Porto Alegre: Ed. Universidade/UFRGS, 2000. 653 p.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo Demográfico 2010. Rio de Janeiro, 2012. Disponível em . acesso em 14 Junho 2015.

LONGHI, A. Agroecologia e soberania alimentar. 2008. Disponível em: http://cetap.org.br/wp-content/uploads/2008/10/agroecologia-e-soberania-alimentar2.pdf. Acesso em: 16/02/2015.

NASCIMENTO, A.A. et al. A ocupação do espaço territorial de Juti-Amambai: um traçado histórico. Artigo apresentado às disciplinas de Didática, História e Antropologia Rural, ministradas respectivamente pela Professora Doutora Marisa Lomba Farias, Professora Doutora Benícia Couto de Oliveira e Professor Doutor Levi Marques Pereira, na IV Etapa do curso de Licenciatura em Ciências Sociais – UFGD/PRONERA. 2010.

TEIXEIRA, W.V., MALTA, C.G., LEANDRO, W.M. Produtividade e avaliação da capacidade de expansão de milho pipoca crioulo em cultivo isolado e consorciado com feijão-de porco. Enciclopédia Biosfera, Centro Científico Conhecer - Goiânia, v.8, N.14; p. 778, 2012.

VOGT, S.P.C.; PANDOLFO, M.C.; BALLIVIAN, J.M.P.;SOUZA, J.C.D. Estratégias para o resgate e conservação de variedades de milho crioulo e nativo: a experiência dos Guardiões da Agrobiodiversidade de Tenente Portela, RS. Agroecologia e Desenv. Rural Sustentável, Porto Alegre, v. 5, n. 1, p. 48-54, 2012.