Funcionamento De Um Sistema Operante Na Comunidade De Montenegro, Bragança – Pa Numa Perspectiva Agroecológica

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Erika Soares Gomes Natália dos Santos Barros Camily Ribeiro Fernandes Ysteffani Silva Silva Diocléa Almeida Seabra Silva

Resumo

A utilização da cobertura vegetal num estabelecimento agrícola cuja mão-de-obra que permanece é a familiar tem importante papel na manutenção do homem no campo. As estratégias familiares de condução de como se trabalha e de como determinadas culturas entram no lote de uma família, sendo feita através de um poder decisório que visa suprir necessidades mais emergentes no dia-a-dia do agricultor, seja alimentação, ou compra de terra para aumentar a área plantada. Este trabalho buscou observar o funcionamento de um sistema operante agrícola sem o uso de insumos. O trabalho foi desenvolvido na Comunidade de Montenegro, no Município de Bragança, no estado do Pará onde foi selecionado um estabelecimento agrícola familiar composto pela matriarca da família (mãe e viúva), filhos, noras e netos. Também foi estudado seis culturas que compõem esse ambiente, como a mandioca, a pimenta do reino, a laranja, o açaí, o coco e o caju num período de quatorze anos sem nenhuma perspectiva de adubação, somente incorporação de restos vegetais no solo. A mandioca e o açaí são culturas que mantém a propriedade do produtor, garantindo a sua permanência no lote, ao passo que as outras culturas como pimenta, laranja, coco e caju funcionam como uma espécie de poupança para a aquisição de investimentos, como compra de lote. A incorporação dos restos vegetais no solo proporcionam a manutenção do sistema de produção agrícola.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
GOMES, Erika Soares et al. Funcionamento De Um Sistema Operante Na Comunidade De Montenegro, Bragança – Pa Numa Perspectiva Agroecológica. Cadernos de Agroecologia, [S.l.], v. 11, n. 2, dec. 2016. ISSN 2236-7934. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/cad/article/view/21675>. Acesso em: 01 dec. 2020.
Palavras-chave
Produção agrícola, incorporação de restos vegetais, decisão da família.
Seção
Agroecol 2016 - Outros Temas

Referências

ALVES, L. E. V. Rentabilidade do policultivo orgânico de maracujá, abacaxi, mandioca e milho em diferentes arranjos e planta de cobertura, 2013. 50f, Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade Federal do Rio Branco, Acre, 2013.

BRITO, C. R. de M.; SILVA, P. H. S.; COSTA, J. L. P.; SILVA, A. M. L. da; SALDANHA, E. C. M.; NOBRE, H. G. B1 – 432 adubos verdes: alternativa para agricultores familiares no nordeste paraense. In: V Congresso Latino Americano de Agroecologia, 5, 2015, La Prata Argentina. Anais... La Prata: Associação Brasileira de Agroecologia, 2015. 1 CD-ROM.

NASCIMENTO JÚNIOR, E. P. do; BEZERRA, M. A. da SILVA; VALE, J. C. S. do. Experiências agroecológicas no manejo de SAF`s no projeto de assentamento São Domingos no município de Mâncio Lima, Acre. Diversidade e soberania na construção do bem viver. In: IX Congresso Brasileiro de Agroecologia, 3, v.10, 2015, Cadernos de Agroecologia, 2015.

SILVA, H. R. F.; MELO, V. L.; PACHECO, D. D.; ASSIS, Y. J. M. de; SALES, H. dos R. Acúmulo de matéria seca e micronutrientes em mandioca consorciada com bananeira. Pesquisa Agropecuária Brasileira., Goiânia, v.44, n.1, p.15-23, jan./mar. 2014.