Sistemas agroflorestais biodiversos: percepções e demandas de agricultores e técnicos em Mato Grosso do Sul

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Jaqueline Silva Nascimento Denise Soares da Silva Padovan Patrícia Rochefeler Agostinho Jerusa Cariaga Alves Suelem Guevara Silva Milton Parron Padovan

Resumo

Há necessidade de reduzir os problemas ambientais provocados pelo modelo de agricultura predominante, através de práticas que contribuam para o equilíbrio ecológico e a sustentabilidade da produção agrícola e animal. Então, os SAFs biodiversos, surge como alternativa, possibilitando aos agricultores de base familiar, retornos econômicos em pequenas propriedades, aliando-se a conservação e melhoria dos recursos naturais. Assim, o objetivo do trabalho foi identificar as percepções e as demandas de agricultores e técnicos em Mato Grosso do Sul sobre a sua importância, as dificuldades e as alternativas para supri-las. A pesquisa foi no mês de abril de 2015, durante um Dia de Campo ocorrido em Ivinhema-MS. Foram entrevistados agricultores e técnicos, baseando-se em um roteiro semiestruturado, após foram organizadas e processadas eletronicamente utilizando-se a Planilha Eletrônica BrOffice Calc 2.2 e apresentadas em gráficos. Os agricultores e técnicos vêem diversas dificuldades para se trabalhar sistemas agroflorestais biodiversos, porém entendem que a organização dos agricultores é a principal estratégia para ajudar a superá-las. Também foram demandadas várias ações para apoiar a implementação de SAFs biodiversos na região, as quais devem fazer parte das agendas de prioridades de entidades de extensão rural, pesquisa, ensino e dos governos federal, estadual e municipais. Os entrevistados entendem a importância dos sistemas agroflorestais biodiversos para na preservação e recuperação ambiental, na produção de alimentos em harmonia com o meio ambiente e geração de renda, mas faltam subsídios, interesse, dedicação e assistência técnica específica. Então a maioria das alternativas para superar essas dificuldades depende do comprometimento e proatividade desses atores.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
NASCIMENTO, Jaqueline Silva et al. Sistemas agroflorestais biodiversos: percepções e demandas de agricultores e técnicos em Mato Grosso do Sul. Cadernos de Agroecologia, [S.l.], v. 11, n. 2, dec. 2016. ISSN 2236-7934. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/cad/article/view/21487>. Acesso em: 30 nov. 2020.
Palavras-chave
Avaliações de atores locais, preservação ambiental, agricultura familiar
Seção
Agroecol 2016 - Manejo de Agroecossistemas Sustentáveis