Diagnóstico dos Mecanismos de Organização e Experiência Social do Assentamento Buriti no Município de Ubajara-CE

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

João Batista Costa Pereira Dayane Cristine Oliveira Lacerda Marcos Barros Medeiros

Resumo

O homem do campo tem um processo histórico marcado por conflitos na aquisição e uso de terra e pela desvalorização social, no qual seus costumes e culturas têm se perdido ao longo dos anos. Neste trabalho objetivou-se diagnosticar o processo de organização e experiência social no Assentamento Buriti no Município de Ubajara-CE, bem como os possíveis discursos que são produzidos por autores e teóricos no assunto, no sentido de alargar o nosso entendimento a seu respeito. A partir de metodologias participativas, como observação e entrevista, foi possível a articulação dos conhecimentos obtidos mediante as experiências vivenciadas. A elaboração dessas análises metodológicas consiste em uma etapa fundamental para o conhecimento dos saberes vivenciados. Constatou-se que o processo de desconstrução das áreas rurais privadas em áreas de moradias se deu em um processo de intensos conflitos pelos trabalhadores rurais. A perda da garantia e permanência na terra, de suas moradias significava para os camponeses do Assentamento Buriti a perda de suas raízes, de suas garantias de vida, de suas relações de trabalho, de suas vizinhanças, de suas histórias de vida e de condições próprias de sobrevivência. O Assentamento Buriti, necessita de mais investimentos na área da agricultura principalmente a agricultura familiar. Seguido de manejo das práticas agrícolas, a fim de minimizar o desgaste e impacto ambiental. Ainda nessa perspectiva, necessitam de uma política de incentivo ao desenvolvimento local e criação de associação de atividades culturais, oficinas de artesanato produzido no próprio assentamento.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
PEREIRA, João Batista Costa; LACERDA, Dayane Cristine Oliveira; MEDEIROS, Marcos Barros. Diagnóstico dos Mecanismos de Organização e Experiência Social do Assentamento Buriti no Município de Ubajara-CE. Cadernos de Agroecologia, [S.l.], v. 11, n. 2, jan. 2017. ISSN 2236-7934. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/cad/article/view/21443>. Acesso em: 02 dec. 2020.
Palavras-chave
Trabalhadores Rurais; Comunidade; Historicidade
Seção
Agroecol 2016 - Sociedade e Natureza

Referências

FERREIRA, M. I. M. M. Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) Superintendência Regional do Ceara. Fortaleza Novembro 2005/ a Fevereiro 2006.

MIRANDA, M. V. M. O sistema Misto de produção nos assentamentos rurais do Ceará: Organização e experiências camponesas. Fortaleza: banco do Nordeste do Brasil: Fundação Cearense de Pesquisa e Cultura, 2010.

PRINS, G. História Oral in BURKE, Peter. A Escrita da História: novas perspectivas. São Paulo: Editora da UNESP, 1992, p.166.