A Tilapicultura Como Complementação Alimentar E Renda Na Agricultura Familiar

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Ricardo Zanon Basso Zanon Lidiany Doretto Cavalcanti Maria Joyce dos Santos Silva Jean Carlos dos Santos Coutinho Juliana Rosa Carrijo Mauad Márica Regina Russo

Resumo

A piscicultura vem ganhando importância no cenário agropecuário do país e o estado do Mato Grosso do Sul apresenta potencial para esta atividade. Além disso, a agricultura familiar precisa ser fortalecida. Assim, o trabalho objetivou caracterizar a viabilidade da implantação da tilapicultura em reservatório de água para irrigação e seus benefícios para a agricultura familiar, promovendo um sistema integrado e sustentável capaz de complementar a produção alimentos e a renda dos produtores. A piscicultura mostrou ser uma forma de diversificar a produção da propriedade gerando renda alternativa e alimento de altíssima qualidade.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
ZANON, Ricardo Zanon Basso et al. A Tilapicultura Como Complementação Alimentar E Renda Na Agricultura Familiar. Cadernos de Agroecologia, [S.l.], v. 11, n. 2, dec. 2016. ISSN 2236-7934. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/cad/article/view/21419>. Acesso em: 02 dec. 2020.
Palavras-chave
piscicultura, pequeno produtor, sustentabilidade.
Seção
Agroecol 2016 - Outros Temas

Referências

KUBITZA, F.; ONO, E.A.; LOVSHIN, L.L.; SAMPAIO, A.V. 4 ed. Planejamento da produção de peixes. Jundiaí: F. Kubitza, 2004. 58p.

AZEVEDO, C. M. D. S. B., SIMÃO, B. R., ALMEIDA, C., SILVA, J. F., & COSTA, M. P. Desempenho produtivo de tilápias em viveiros intermitentemente drenados para irrigação. Revista Caatinga 21.1 2008.

CARDOSO FILHO, RUY; CAMPECHE, DANIELA F. B.; PAULINO, RENATA V. Tilápia em reservatório de água para irrigação e avaliação da qualidade da água. Revista Brasileira de Ciencias Agrárias, Vol. 5, Núm. 1, 2010, pp. 117-122.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATISTICA – IBGE. Produção da
Pecuária Municipal 2014 Brasil. v. 42, n.01, p. 1-39, 2015.

MINISTÉRIO DA PESCA E AQUICULTURA – MPA. Potencial brasileiro. Quarta, 18 de junho de 2014. Brasília DF: MPA, 2014.