Classificação do cultivo de vegetais considerados potencialmente úteis em quintais urbanos

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Sebastião Gabriel Chaves Maia Sederli Bombarda Sobrinho Caroline Morinigo Chaves Alesson Pereira Cavalheiro Josilaine Gonçalves Mendez

Resumo

A presente proposta discorre sobre a pesquisa realizada em quintais urbanos no município de Ponta Porã-MS e tem por objetivos classificar os cultivos vegetais nos quintais urbanos, bem como, conhecer as técnicas de manejo praticada pelos moradores. Para a realização do estudo, a presente pesquisa teve como base um estudo qualiquantitativo, estruturado em um estudo de caso realizado nos quintais urbanos, através de entrevistas com os moradores coleta de dados pela turnê-guiada, observação e identificação vegetal. Com base na análise dos resultados foi possível comprovar uma grande diversidade espécies vegetais cultivadas para diferentes finalidades como: alimentícias, medicinais, ornamentais, uso místico, atividades relacionadas ao lazer dentre outros. Verificou-se também, que estes espaços representam importância significativa no fortalecimento dos laços sociais estabelecidos entre localmente, uma vez que a pesquisa foi realizada em uma região de um conurbado Internacional envolvendo dois municípios e que na maioria dos casos o quintal representa um espaço de socialização, lazer, sendo este também, os espaços onde as trocas experiências e conhecimentos ocorrem e são repassados através das gerações.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
MAIA, Sebastião Gabriel Chaves et al. Classificação do cultivo de vegetais considerados potencialmente úteis em quintais urbanos. Cadernos de Agroecologia, [S.l.], v. 11, n. 2, dec. 2016. ISSN 2236-7934. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/cad/article/view/21412>. Acesso em: 03 dec. 2020.
Palavras-chave
ecologia humana, etnobotânica, unidades domésticas
Seção
Agroecol 2016 - Sociedade e Natureza

Referências

ALBUQUERQUE, U. P. Introdução. In: ALBUQUERQUE, U. P.; ALVES, A. G. C. A.; LINS e SILVA, A. C. B.; SILVA, V. A. (Orgs.) Atualidades em etnobiologia e etnoecologia. Recife: Sociedade Brasileira de Etnobiologia e Etnoecologia, 2002.

ALBUQUERQUE, U. P.; ANDRADE, L. de H. C. Uso de recursos vegetais da caatinga: O caso do agreste do estado de Pernambuco (Nordeste do Brasil). Interciência, Caracas, Venezuela, v. 27, n. 7, p. 15-25, 2002.

ALBUQUERQUE, Ulysses Paulino de; LUCENA, Reinaldo Farias Paiva de; CUNHA, Luiz Vital Fernandes Cruz da (orgs.). Métodos e Técnicas na Pesquisa Etnobiológica e Etnoecológica. Recife: NUPEEA, 2010.

ALCORN, J.B. The scope and aims of ethnobotany in a developing world. Pp. 23-39. In: R.E. Schultes & S.V. Reis (eds.). Ethnobotany: evolution of a discipline. Cambridge, Timber Press, 1995.

ALEXIADES, M. Selected guidelines for ethnobotanical research: a field manual. New York, USA: The New York Botanical Garden, 1996. 306 p.

AMOROZO, M. C. de M. A. A abordagem etnobotânica na pesquisa de plantas medicinais. In: DI STASI, C. (Org.). Plantas Medicinais: arte e ciência. Um guia de estudo interdisciplinar. São Paulo: Universidade Estadual Paulista, 1996.

BEGOSSI, A. Ecologia humana: um enfoque das relações homem-ambiente. Interciência, Caracas, Venezuela, v. 18, n. 3, p. 121-132, 1993.

BERNARD, H. R. Research methods in cultural anthropology. 4. ed. Altamira, 2006.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 3 ed. São Paulo: Atlas, 1991.

GUARIM NETO, G.; MACIEL, M. R. A. O saber local e os recursos vegetais em Juruena-Mato Grosso. Cuiabá: Entrelinhas. EdUFMT, 2008.

GUARIM-NETO, G. Uso da biodiversidade: Flora medicinal do cerrado do leste mato-grossense: Uma abordagem etnobotânica/etnoecológica. Cuiabá: Rel. Téc. do CNPq, 2001.

MAIA, S. G. C. Aspectos do mecanismo de compensação da reserva legal em unidades de conservação no estado de Mato Grosso: Parque Estadual Encontro das Águas, pantanal mato-grossense. 2011. 177 f. Dissertação (Mestrado). UFMT. Cuiabá, MT, 2011.

MARTIN, G. J. Etnobotánica: manual de métodos. Montevideo, Uruguai: Editorial Nordan-Comunidad, 1995.

MING, L. C. Coleta de plantas medicinais. In: DI STASI, L. C. (Org.). Plantas Medicinais: Arte e Ciência. São Paulo: Editora Unesp, 1996.