As Representações Sociais sobre Meio Ambiente de Alunos de uma Escola Pública no Município de Ponta Porã, Mato Grosso Do Sul

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Ranieli Mendonça Oliveira Sebastião Gabriel Chaves Maia

Resumo

Atualmente a Educação Ambiental é umas das alternativas para a mitigação dos impactos ambientais que vem ocorrendo no mundo, considerando importante o entendimento da percepção ambiental dos atores envolvidos. Desta forma o presente trabalho tem por objetivo conhecer quais são as representações sociais sobre meio ambiente dos alunos do 6º ano do ensino fundamental e do 3° ano do ensino médio de uma escola. A pesquisa foi realizada em escola pública localizada no município de Ponta Porã, Mato Grosso do Sul. Para coleta e análise de dados foi realizado um estudo de caso, com aplicação de um questionário estruturado, na qual foi possível analisar a opinião, conceitos e significados que os alunos apresentam sobre o meio ambiente. As descrições apontadas pelos alunos participantes mostram que 77% dos entrevistados têm uma percepção naturalista do meio ambiente, 17% têm uma percepção globalizante e 6% antropocêntrica. A grande maioria ainda apresenta uma visão mais reducionista de ambiente, o que significa uma necessidade de ser trabalhada. Tais alunos só precisam se conscientizar que podemos e devemos utilizar os recursos que a natureza nos oferece e de modo consciente.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
OLIVEIRA, Ranieli Mendonça; MAIA, Sebastião Gabriel Chaves. As Representações Sociais sobre Meio Ambiente de Alunos de uma Escola Pública no Município de Ponta Porã, Mato Grosso Do Sul. Cadernos de Agroecologia, [S.l.], v. 11, n. 2, dec. 2016. ISSN 2236-7934. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/cad/article/view/21406>. Acesso em: 03 dec. 2020.
Palavras-chave
educação, percepção ambiental, conservação ambiental.
Seção
Agroecol 2016 - Sociedade e Natureza

Referências

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Lisboa, Portugal: Edições 70, 1977.

BRASIL. Lei n. 9795 - 27 de abril de 1999. Dispõe sobre a educação ambiental. Política Nacional de Educação Ambiental. Brasília, 1999.

CAMPOS, D. M. S. Psicologia e desenvolvimento humano. 7 ed. – Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

CARDOSO, D. N.; CARNEIRO, G. S.; CASSIMIRO, G. M.; SILVA, V. L.; SOUZA, M. M. Percepção ambiental: o caso do curso de tecnologia em gestão ambiental do Instituto Federal Goiano Campus Urutaí. Publicado em 2010. Disponível no site: Acesso em: 25 Mar. 2015

COSTA, J. R., SOARES, J. E. C., CORAL, S. T., MORA, A. M. A percepção ambiental do corpo docente de uma escola pública rural em Manaus, Amazonas. 2012. Revbea, Rio Grande,7 :63-67,2012. Disponível em: Acesso em: 22 Abr. 2015.

DIAS, G. F. Educação Ambiental: princípios e práticas. 9. Ed. São Paulo: Gaia, 2004.

LUIZ, C. F.; AMARAL, A. Q., PAGNO, S F. Representação social de meio ambiente e educação ambiental no ensino superior. 2009. Disponível em: Acesso em: 28 Abr. 2015

MANSANO, C. do N. A ESCOLA E O BAIRRO: Percepção Ambiental e interpretação do espaço de alunos do ensino fundamental. 2006. 156f. Tese de mestrado. Universidade Estadual de Maringá – UEM. Maringá, PR. 2006. Disponível no site: http://www.educadores.diaadia.pr.gov.br/modules/mydownloads_01/singlefile.php?cid=28&lid=342. Acesso em: 25 Mar. 2015.

MELAZO, G. C. Percepção ambiental e educação ambiental: uma reflexão sobre as relações interpessoais e ambientais no espaço urbano. Olhares & Trilhas. Uberlândia, Ano VI, n. 6, p. 45-51, 2005.

OENNING, V.; CARNIATTO, I. Implicações das representações sociais de meio ambiente na relação homem-natureza para a educação ambiental: um estudo a partir das definições de alunos moradores da zona rural do Paraná. 2011. Disponível no site: Acesso em: 05 Abr. 2015.

REIGOTA, M. O que é educação ambiental. São Paulo: editora brasiliense, 2012.

RUSCHEINSKY, A. Educação Ambiental: abordagens múltiplas. Porto Alegre: Penso, 2012.