Macroinvertebrados edáficos em cultivo de mandioca consorciado com plantas de cobertura em sistema produtivo indígena

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Adenilto Soares Edmar Manoel Lorislene Quevedo Mardileu Escobar Rogério Ferreira da Silva

Resumo

Objetivou-se com o presente trabalho avaliar a estrutura da comunidade de macroinvertebrados do solo em cultivo de mandioca consorciada com plantas de cobertura. O trabalho foi realizado na Terra Indígena Tey´ikue, Caarapó, MS, num delineamento experimental em blocos casualizados, com quatro repetições. Os tratamentos foram sistemas de consórcio de mandioca com plantas de cobertura: crotalária, guandu, milheto, feijão-de-porco e sorgo, além de uma área com sistema tradicional de cultivo indígena. Aos 70 dias após a semeadura das plantas de cobertura foi realizada a amostragem de monólitos de solo de 0,25 x 0,25 x 0,20 m para avaliação de macrofauna invertebrada edáfica, sendo os organismos identificados em nível de grandes grupos taxonômicos, em geral ordens. A consorciação de mandioca com feijão-de-porco contribui para o aumento da densidade de macroinvertebrados do solo. Para a riqueza de grupos, os consórcios com feijão-de-porco e milheto proporcionaram o aumento de diversidade de indivíduos. Os grupos mais abundantes são Coleoptera, Formicidae, Oligochaeta e Isoptera. A consorciação de espécies de cobertura apresenta elevado potencial para incrementar a comunidade de macroinvertebrados edáficos nos sistemas de produção familiar indígena

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
SOARES, Adenilto et al. Macroinvertebrados edáficos em cultivo de mandioca consorciado com plantas de cobertura em sistema produtivo indígena. Cadernos de Agroecologia, [S.l.], v. 11, n. 2, dec. 2016. ISSN 2236-7934. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/cad/article/view/21354>. Acesso em: 02 dec. 2020.
Palavras-chave
Manejo de solo, bioindicadores, índices ecológicos
Seção
Agroecol 2016 - Manejo de Agroecossistemas Sustentáveis

Referências

BRITO, M. F.; TSUJIGUSHI, B. P.; OTSUBO, A. A.; SILVA, R. F.; MERCANTE, F. M. Diversidade da fauna edáfica e epigeica de invertebrados em consórcio de mandioca com adubos verdes. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.51, n.3, p.253-260, 2016.

HU, F.; LI, H. X.; WU, S. M. Differentiation of soil fauna populations in conventional tillage and no-tillage red soil ecosystems. Pedosphere, v. 07, n. 04, p.339-348, 1997.

LAVELLE, P.; SPAIN, A. V. Soil ecology. Dordrecht: Kluwer Academic, 2001. 654p.

MIRANDA, C.C.; JORDÃO, M. Saberes tradicionais: alternativas para a sustentabilidade das práticas agrícolas na perspectiva dos índios Terena de Mato Grosso do Sul. Revista Tellus, n. 8/9, p. 165-173, 2005.

SIDIRAS, N.; PAVAN, M.A. Influência do sistema de manejo do solo no seu nível de fertilidade. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Campinas, v.9, p.249-254, 1985.

SILVA, R. F.; GUIMARÃES, M. F.; AQUINO, A. M. MERCANTES, F. M. Análise conjunta de atributos físicos e biológicos do solo sob sistema de integração lavoura-pecuária. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 46, n. 10, v.1277-1283, 2011.