Ludwigia nervosa (Poir.) H. Hara (Onagraceae) espécie importante para manutenção da biodiversidade

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Eliana Aparecida Ferreira Rosilda Mara Mussury

Resumo

Objetivou-se descrever aspectos da biologia floral e reprodutiva de Ludwigia nervosa (Poir.) H. Hara, de modo a subsidiar futuros estudos agroecológicos. A pesquisa foi desenvolvida em um fragmento de mata no município de Ivinhema, Mato Grosso do Sul. Para tal, descreveu- se morfologicamente os verticilos florais e recurso disponibilizado. Foram realizados testes reprodutivos (tratamentos) de autopolinização manual, autopolinização espontânea, geitonogamia, xênogamia, apomixia e polinização natural. Após a formação dos frutos, estes foram contabilizados e mensurados. Os resultados foram submetidos ao teste de Mann Whitney a 5% de probabilidade. A L. nervosa apresenta flores actinomorfas, tetrâmeras, oito estames com anteras extrorsas e rimosas. Os recursos disponibilizados são pólen e néctar. Houve formação de frutos nos tratamentos de polinização natural (76%) e xenogamia (26%). Entre os tratamentos não houve diferença significativa no número de sementes (U= 199,50; p= 0,3046), entretanto houve no tamanho dos frutos (U=99,50; p=0,0014). As características morfológicas das flores indicam que essa espécie possui síndrome de polinização do tipo melitofilia e está diretamente ligada à manutenção agroecológica por disponibilizar recursos nutritivos aos visitantes florais.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
FERREIRA, Eliana Aparecida; MUSSURY, Rosilda Mara. Ludwigia nervosa (Poir.) H. Hara (Onagraceae) espécie importante para manutenção da biodiversidade. Cadernos de Agroecologia, [S.l.], v. 11, n. 2, dec. 2016. ISSN 2236-7934. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/cad/article/view/21322>. Acesso em: 26 nov. 2020.
Palavras-chave
Melitofilia; Morfologia floral; Pioneira
Seção
Agroecol 2016 - Uso e Conservação dos Recursos Naturais

Referências

BEGON, M.; TOWNSEND, C. R. H.; JOHN, L.; COLIN, R. T.; JOHN, L. H. Ecology: from individuals to ecosystems, 4th ed. Oxford, Blackwell Publishing, 2006. 768 p

COBRA, S. S. D. O.; SILVA, C. A.; KRAUSE, W.; DIAS, D. C.; KARSBURG, I. V.; MIRANDA, A. F. D. Floral traits and pollinators on fruit quality of sour passion fruit cultivars. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 50, n. 1, p. 54-62, 2015.
DAFNI, A. Pollination ecology: a practical approach. Oxford: IRL, 1992. 250p.

FERREIRA, F. M. C. A polinização como um serviço do ecossistema: uma estratégia econômica para a conservação. 2008. 86 f. Tese (Doutorado em Ecologia, Conservação e Manejo de Vida Silvestre) – Universidade Federal de Minas Gerais. 2008.

GOODELL, K. Invasive exotic plant–bee interactions. In: Rosalind R. James and Theresa L. Pitts-Singer, Bee Pollination in Agricultural ecosystems. Oxford, New York, 2008. 166p

IMPERATRIZ-FONSECA, V. L. Serviços aos ecossistemas, com ênfase nos polinizadores e polinização. São Paulo: USP, 2004.

KEARNS, C. A.; INOUYE, D. W. Pollinators, flowering plants and conservation biology. Bioscience, v.47, n. 1, p. 297-306, 1997

KISSMANN, K. G.; GROTH, D. Plantas Infestantes e Nocivas. 2ª ed, São Paulo: BASF, 2000. 726p.

LARSON, B. M. H.; BARRETT, S. C. H. A comparison of pollen limitation in flowering plants. Biological Journal of the Linnean Society, v. 69, n. 4, p. 503-520, 2000.

OLIVEIRA-FILHO, A. T.; OLIVEIRA, L. C. A. Biologia floral de uma população de Solanum lycocarpum St. Hil (Solanaceae) em Lavras, MG. Revista Brasileira de Botânica, v.11, p. 23-32, 1988.

OLIVEIRA, P. E.; GIBBS, P. E. Reproductive biology of wood plants in Cerrado community of Central Brazil. Flora, v.195, n. 4, p.311-329, 2000.

POTTS, S.G.; BIESMEIJER, J.C.; KREMEN, C.; NEUMANN, P.; SCHWEIGER, O. & KUNIN, W.E. Global pollinator declines: trends, impacts and drivers. Trends in Ecology and Evolution, v. 25, p. 345-353, 2010

RECH, A. R.; AGOSTINI, K.; OLIVEIRA, P. E.; MACHADO, I. C. Biologia da Polinização. Rio de Janeiro: Editora Projeto Cultural. 2014. 527p.

SOUZA, V. C.; LORENZI, H. Botânica Sistemática: Guia Ilustrado para Identificação das Famílias de Fanerógamas nativas e exóticas no Brasil, baseado no APG III. 3ª Edição. Nova Odessa, SP. Editora Instituto Plantarum de Estudos da Flora LTDA. 2012. 768p.