Conceituação de agroecologia: o caso dos alunos de ciências agrárias da Unesp, Câmpus de Ilha Solteira-SP

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

José Roberto Rambo Antonio Lázaro Sant'Ana

Resumo

O objetivo desse artigo foi avaliar a percepção inicial sobre o conceito de agroecologia de alunos do curso de ciências agrárias da Unesp, Campus de Ilha Solteira e a posterior visão adquirida após apresentação de aula teórica e de leitura de texto sobre o tema. Pesquisou-se 37 alunos, inicialmente de forma individual e, em seguida, em grupos (16 no total). A análise de conteúdo das respostas foi realizada a partir de palavras-chave. Os resultados indicaram uma compreensão inicial não condizente com os principais teóricos da agroecologia, associada apenas a aspectos técnicos e ao menor impacto ambiental, e evoluiu para uma percepção mais ampla, envolvendo as várias dimensões da sustentabilidade (ambiental, social, cultural, etc.), a ideia de ciência interdisciplinar e, em alguns casos, à associação entre conhecimento popular e científico. As respostas iniciais dos alunos sugerem que o tema não tem sido tratado de forma transversal pelas disciplinas do núcleo técnico dos cursos pesquisados.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
RAMBO, José Roberto; SANT'ANA, Antonio Lázaro. Conceituação de agroecologia: o caso dos alunos de ciências agrárias da Unesp, Câmpus de Ilha Solteira-SP. Cadernos de Agroecologia, [S.l.], v. 11, n. 2, jan. 2017. ISSN 2236-7934. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/cad/article/view/21105>. Acesso em: 03 dec. 2020.
Palavras-chave
conhecimento agroecológico; agronomia; zootecnia; percepção
Seção
Agroecol 2016 - Construção de Conhecimentos Agroecológicos

Referências

COSTA, M. B. B. Formação superior em Agroecologia: a experiência da Universidade Federal de São Carlos. Agriculturas, v. 7, n. 4, p. 26 – 28. Dezembro de 2010.

EHLRES, E. O que é agricultura sustentável. São Paulo: Brasiliense, 2008. 92 p.

EMBRAPA. Bases Conceituais da Agroecologia. In: Marco Referencial da Agroecologia: Grupo de Trabalho em Agroecologia. 31 p. Fevereiro de 2006.

NORDER, L. A. C. A agroecologia e a diversidade na educação. Agriculturas, v. 7, n. 4, p. 29 – 33. Dezembro de 2010.

SARANDÓN, S. J.; FLORES, C. C. Introduzindo a Agroecologia nas escolas agropecuárias de ensino médio de Buenos Aires, Argentina. Agriculturas, v. 7, n. 4, p. 21 – 25. Dezembro de 2010.

SILVA, L. M. S. A abordagem sistêmica na formação do agrônomo do século XXI. Curitiba: Editora Appris, 2011. 400 p.