Diferentes concentrações de substrato alternativo em mudas de repolho

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Diego Souza Tosta Matheus Wandermure Silva Sandy Queiroz Espinoso Ariane Cardoso Costa Wallace Luís de Lima

Resumo

Este trabalho teve como objetivo analisar a produtividade e o desenvolvimento físico da mudas de repolho usando-se compostos e concentrações diferentes. O experimento foi conduzido no setor da Agroecologia do ifes Campus de Alegre, o experimento foi conduzido em delineamento experimental inteiramente casualizado (DIC) em um esquema fatorial 3x4, onde as parcelas foram constituídas por 3 substratos: S1- Terra, como testemunha; S2- Comercial; S3- Composto orgânico de leguminosas, foram preparadas 4 concentrações distintas com os substratos S2 e S3, sendo cada um deles obtendo as seguintes concentrações; 100%, 75%, 50% e 25% com o acréscimo do substrato S1 totalizou 9 tratamentos. Foram avaliadas 10 mudas desta cultura de cada tratamento. Entre todas as variáveis analisadas é notória a discrepâncias causadas pelos substrato, havendo um destaque para o composto orgânico.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
TOSTA, Diego Souza et al. Diferentes concentrações de substrato alternativo em mudas de repolho. Cadernos de Agroecologia, [S.l.], v. 11, n. 2, dec. 2016. ISSN 2236-7934. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/cad/article/view/21098>. Acesso em: 04 dec. 2020.
Seção
Agroecol 2016 - Desenvolvimento Rural e Urbano em Bases Agroecológicas