Produção de Mudas de Jatobá (Hymenaea courbaril): Reutilização de Copos Descartáveis

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Sergio Aparecido Seixas da Silva Suellen Fernanda Mangueira Rodrigues Fernanda Alexandre Gislene Fabiana Santos Pedro Eduardo Pandolfi Pinheiro

Resumo

Resumo: O aumento na produção de lixo, numa sociedade educada para consumir, vem causando danos irreparáveis ao meio ambiente e afetando diretamente a qualidade de vida dos habitantes. Nos últimos anos cresceu muito a consciência de que, como parte da natureza, cabe ao homem conservá-la e assim garantir sua sobrevivência. Desta forma, o objetivo deste projeto foi reutilizar copos descartáveis e produzir mudas de Jatobá (Hymenaea courbaril.). Foram produzidas 100 mudas de Jatobá, em 50 copos descartáveis, as mudas produzidas foram utilizadas no plantio junto com outras espécies na recuperação da mata ciliar, favorecendo assim o enriquecimento da fauna e da flora, contribuindo para a conservação da biodiversidade.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
SEIXAS DA SILVA, Sergio Aparecido et al. Produção de Mudas de Jatobá (Hymenaea courbaril): Reutilização de Copos Descartáveis. Cadernos de Agroecologia, [S.l.], v. 11, n. 2, dec. 2016. ISSN 2236-7934. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/cad/article/view/21077>. Acesso em: 03 dec. 2020.
Seção
Agroecol 2016 - Sociedade e Natureza

Referências

FARIAS, D. C.; MATA, M. E. R. M. C.; DUARTE, M. E. M; LIMA, A. K. V. O. Qualidade fisiológica de sementes de jatobá submetidas a diferentes temperaturas criogênicas. Revista Brasileira de Produtos Agroindustriais, Campina Grande, v. 8, n. 1, p. 67-74. 2006.

MELO, N. C., & Pólo, M. Sobrevivência e Germinação de sementes de Hymenaea courbaril L. In Congresso de ecologia do Brasil. 2007.

ZUBA JÚNIOR, G. R.; Sampaio, R. A.; Pereira, C. M.; Prates, F. B. S.; Fernandes, L. A. & Alvarenga, I. C. A. Crescimento do jatobá e de leguminosas arbóreas em diferentes espaçamentos, em área degradada. Revista Caatinga, Mossoró, v. 23, n. 4, p. 63-68, 2010.