Sementes da Esperança: o resgate e a promoção das sementes crioulas no Território Caparaó, ES, Brasil

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Célio Ricardo da Silva Alvarez Arnaldo Henrique de Oliveira Carvalho Vanilza Quadra de Mendonça Rafael Almeida Ariane Cardoso Costa

Resumo

Com o objetivo de implantar um núcleo de fomento a agrobiodiversidade, facilitar espaços de pesquisa democráticos e participativos, construindo saberes relacionados à agroecologia e a segurança alimentar e nutricional dos agricultores familiares, iniciou-se o projeto identificando as sementes e outros materiais propagativos de variedades crioulas e afins, utilizadas pelos agricultores familiares do Território Caparaó,ES, para compor a base de dados com as informações de cada material encontrado. As atividades iniciaram-se percorrendo a região em busca de identificar as variedades de sementes crioulas sob guarda do agricultores, registrando e identificando as coordenadas para compor um mapa temático. Uma base de dados digital está sendo alimentada que disponibilizará todas as informações coletadas, descrevendo as sementes crioulas e/ou dos materiais propagativos identificados. Oficinas de formação em agroecologia estão sendo realizadas, as quais tiveram como pilar a troca de experiências entre os agricultores sobre manejo e práticas agroecológicas. A primeira unidade participativa de experimentação (UPEx) foi implantada na comunidade do Cerro, em Dores do Rio Preto, na propriedade do agricultor Ailson Couto, com plantio de milho branco (Zea mayz), em dois sistemas de manejo, o recomendado para a cultura e o adotado pelo agricultor. Foi verificado que a média de produção de milho no sistema do agricultor foi menor que a média geral. Outra UPEx implantada foi na propriedade do agricultor, estudante e bolsista Rafael de Almeida, na qual foi estabelecido experimento com planta de cobertura do solo e adubo verde, milheto e crotalária, respectivamente, antecedendo o cultivo de couve folha (Brassica oleracea var. acephala).

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
ALVAREZ, Célio Ricardo da Silva et al. Sementes da Esperança: o resgate e a promoção das sementes crioulas no Território Caparaó, ES, Brasil. Cadernos de Agroecologia, [S.l.], v. 11, n. 2, dec. 2016. ISSN 2236-7934. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/cad/article/view/21070>. Acesso em: 02 dec. 2020.
Palavras-chave
agroecologia, agricultura familiar, agrobiodiversidade
Seção
Agroecol 2016 - Construção de Conhecimentos Agroecológicos

Referências

ALMEIDA,V. E. S.; CARNEIRO, F. F.; VILELA, N. J. Agrotóxicos em hortaliças: segurança alimentar, riscos socioambientais e políticas públicas para a promoção da saúde. Tempus. Actas em Saúde Coletiva, v. 4, n. 4, p.84-99, 2009. Disponível em: < http://www.tempusactas.unb.br/index.php/tempus/article/view/747>. Acesso em: 08 out. 2014.
ALTIERI, M. A. Agroecologia: bases científicas para uma agricultura sustentável. 3. ed. Rio de Janeiro: Expressão Popular, AS-PTA, 2012.
FEIDEN, A. Agroecologia: introdução e conceitos. In: AQUINO, A. M.; ASSIS, R. L. (Org.). Agroecologia: princípios e técnicas para uma agricultura orgânica sustentável. Brasília: Embrapa, 2005.
GLIESSMAN, S. R. Agroecologia: processos ecológicos em agricultura sustentável. Porto Alegre: UFRGS, 2009.
INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Censo Agropecuário 2006. Disponível em: . Acesso em: 08 out. 2014.
INSTITUTO CAPIXABA DE PESQUISA, ASSISTÊNCIA TÉCNICA E EXTENSÃO RURAL (INCAPER). Programa de assistência técnica e extensão rural (PROATER): planejamento e programação de ações. Vitória, ES, 2011. Disponível em: < http://www.incaper.es.gov.br/?a=proater/index>. Acesso em: 10 out. 2014.
MAZOYER, M.; ROUDART, L. História das agriculturas no mundo: do neolítico à crise contemporânea. São Paulo: UNESP, 2010.
SACCO DOS ANJOS, F.; CALDAS, N. V.; HIRAI, W. G. Mudanças nas práticas de autoconsumo dos produtores familiares: estudo de caso no sul do Brasil. Agroalimentaria, v. 16, n. 30, jan, jun 2010. Disponível em:. Acesso em: 08 out. 2014.