Implantação e Manejo de Agroecossistema Segundo os Métodos da Agricultura Sintrópica de Ernst Götsch

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Dayana Velozo Pastor ANDRADE Felipe dos Santos PASINI

Resumo

A realização de um projeto audiovisual em parceria com o agricultor Ernst Götsch oportunizou o registro da aplicação dos princípios da Agricultura Sintrópica na implantação e manejo de um experimento agroflorestal no sul da Bahia. O objetivo foi demonstrar estratégias de recuperação de solos com fortes indícios de degradação por meio de técnicas que privilegiam a sucessão das espécies. Foram feitos consórcios complexos com espécies estratégicas como a Acacia mangium, buscando alcançar as condições ideais, sem o uso de insumos mas sim por meio de processos. Com isso é possível reintegrar o homem ao ambiente do qual ele faz parte, ressignificando a função do agricultor cuja intervenção resulta no aumento de recursos em todos os níveis. Após dois anos de experimento, a regeneração natural foi visivelmente estimulada, foram colhidas 28t de mandioca ha-1, as espécies madeireiras estão estabelecidas e, em um futuro breve, o ambiente herdará uma agrofloresta capaz de evoluir por sua própria dinâmica

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
ANDRADE, Dayana Velozo Pastor; PASINI, Felipe dos Santos. Implantação e Manejo de Agroecossistema Segundo os Métodos da Agricultura Sintrópica de Ernst Götsch. Cadernos de Agroecologia, [S.l.], v. 9, n. 4, feb. 2015. ISSN 2236-7934. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/cad/article/view/16653>. Acesso em: 26 feb. 2018.
Palavras-chave
produção de alimentos; recuperação de áreas degradas; resiliência dos sistemas.
Seção
AGROECOL2014 - Relatos de Experiências